Contagiados pelo Amor!

quarta-feira, 24 de novembro de 2010

16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência Contra as Mulheres 25 de Novembro a 10 de Dezembro

O dia 25 de novembro é o dia Internacional da Não-Violência Contra a Mulher. A data, instituída durante o 1º Encontro Feminista Latino-Americano e do Caribe (Bogotá, 1981), reverencia a memória das irmãs Mirabal, brutalmente assassinadas na República Dominicana durante o regime do ditador Trujillo, em 1960. Em 1999, a data coincidiu com a realização do VIII Encontro Feminista Latino-Americano, em Juan Dolio, na República Dominicana.




Por que 16 dias?

O período de 25 de novembro a 10 de dezembro foi escolhido como foco de ação da Campanha 16 dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra as Mulheres por compreender quatro datas significativas na luta pela erradicação da violência contra as mulheres e garantia dos direitos humanos. No Brasil, a Campanha começa mais cedo, dia 20 de novembro, para destacar a dupla discriminação sofrida pelas mulheres negras.


20 de novembro – Dia Nacional da Consciência Negra

Instituído em 1978, o Dia Nacional da Consciência Negra lembra a inserção do negro na sociedade brasileira e sua luta contra a escravidão. A data lembra o dia 20 de novembro de 1695, dia do assassinato de Zumbi dos Palmares, ícone da resistência negra ao escravismo e da luta pela liberdade.

25 de novembro – Dia Internacional da Não-Violência contra as Mulheres

Homenagem às irmãs Mirabal, opositoras da ditadura de Rafael Leônidas Trujillo, na República Dominicana. Minerva, Pátria e Maria Tereza, conhecidas como "Las Mariposas", foram brutalmente assassinadas no dia 25 de novembro de 1960.

1º de dezembro – Dia Mundial de Combate à Aids

No dia 1º de dezembro, o mundo se mobiliza para promover ações de combate à Aids. No Brasil, todos os anos o Ministério da Saúde promove a Campanha do Dia Mundial de Luta contra a Aids, que busca estimular a prevenção e diminuir a disseminação do vírus HIV. Estatísticas indicam crescimento significativo e preocupante de casos de mulheres contaminadas, inclusive no Brasil, fato que levou o Governo brasileiro a lançar o Plano de Enfrentamento da Feminização da Aids e outras DST.

6 de dezembro – Massacre de Mulheres de Montreal (Canadá)

Quatorze estudantes da Escola Politécnica de Montreal foram assassinadas, no dia 6 de dezembro de 1989. O massacre tornou-se símbolo da injustiça contra as mulheres e inspirou a criação da Campanha do Laço Branco, mobilização mundial de homens pelo fim da violência contra as mulheres. No Brasil, a partir de 2007, é o Dia Nacional de Mobilização dos Homens pelo Fim da Violência contra as Mulheres (Lei nº 11.489, de 20/06/2007).

10 de dezembro - Dia Internacional dos Direitos Humanos

No dia 10 de dezembro de 1948, a Declara ção Universal dos Direitos Humanos foi adotada pela Organização das Nações Unidas (ONU), como resposta à violência da Segunda Guerra Mundial. Posteriormente, os artigos da Declaração fundamentaram inúmeros tratados e dispositivos voltados à proteção dos direitos fundamentais. A data lembra que violência contra as mulheres é uma violação dos direitos humanos.

A Campanha Mundial “16 Dias de Ativismo” é coordenada, desde 1991, pelo Centro para a Liderança Global das Mulheres (CWGL).

No Brasil, a Rede Feminista de Saúde integra a Campanha Mundial “16 Dias de Ativismo”, que é coordenada pela Agende – Ações em Gênero, Cidadania e Desenvolvimento.

Violência Contra as Mulheres

A violência contra a mulher é um ato de discriminação e uma violação dos direitos humanos tais como:direito à liberdade,à saúde,à segurança,à proteção em condições de igualdade,de não ser submetida a torturas ou tratamentos cruéis,inumanos ou degradantes,e o direito à vida (CEDAW).

A Campanha 25 de Novembro: Dia Internacional pela Eliminação da Violência Contra a Mulher baseia-se nos seguintes princípios:
- a mulher tem direito de viver uma vida livre de violências. Portanto, a violência contra a mulher é uma violação de seus direitos humanos fundamentais;
- a violência contra a mulher sempre acarreta impactos severos em sua saúde física e mental, e deve ser considerada um problema de saúde pública que merece atenção prioritária;
- a mulher deve ter acesso à informação e à orientação a respeito de leis e instrumentos que a protegem e como utilizá-los;
- a mulher agredida (física, psicológica ou racialmente) deve ser acolhida com prontidão, sensibilidade e empatia pelas distintas instâncias encarregadas de sua atenção; e
- a violência de gênero deve ser enfrentada a partir de um enfoque multidisciplinar e multissetorial, e sua erradicação deve constituir um compromisso de toda a sociedade.


Fonte: Rede Feminista de Saúde

5 comentários:

  1. Boa Tarde! vim, te oferecer o cartão de natal do toque e deixar o meu toque de carinho e amizade
    san

    ResponderExcluir
  2. Que post bacana!
    Sou uma super defensora das mulheres... sou advogada atuante na área de família, e amo proteger as mulheres que sofrem caladas.

    ótimo iniciativa!


    Beijos,

    Fabiane

    http://viajandopelomundobyfabiane.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Olá. vim te oferecer o premio Blog Essencial e deixar o meu toque de carinho
    san

    ResponderExcluir
  4. Olá, vim te visitar e te oferecer 2 selinhos: um selinho especial( ele está no lado esquerdo do Toque em selinhos pra você)e também o selo de qualidade este blog é recomendadissimo
    com meu carinho
    san

    ResponderExcluir
  5. Escrevi um tópico sobre esse tema:
    http://direitomaisdireito.blogspot.com/2011/02/violencia-contra-mulher.html

    A cada 2 minutos, 5 mulheres são espancadas!


    Perseu Abramo em parceria com o Sesc projeta uma chocante estatística: a cada dois minutos, cinco mulheres são agredidas violentamente no Brasil.E já foi pior: há 10 anos, eram oito as mulheres espancadas
    no mesmo intervalo.

    ResponderExcluir

Meu Presente pra você!

O Amor é Solidário,O AMOR É CONTAGIOSO.Vamor encher de amor o seu cantinho. O que esta esperando me leve com você


Tags

[Manual] COMO SER UM VOLUNTÁRIO (1) #transitomaisgentil (1) 20 Dicas Para o Sucesso (1) 25 de Novembro dia do DOADOR DE SANGUE (1) A Alegria Atrai o Amor (3) A colaboração: via de duas mãos (1) Agressão (1) Ama teu próximo como a ti mesmo (1) Amor (1) Apanhar (1) Aprender (1) Arthur Rompendo Limites (1) Ausente (Temporariamente) (1) BULLYING (1) China (1) CLIQUE ALIMENTOS - DEIXE A SOLIDARIEDADE TOCAR VOCÊ (1) Como ajudar as vítimas do terremoto no Haiti (1) Como Ser um Voluntário (1) Consulado Geral do Brasil em Nagoya (1) Copenhage (1) Coragem (1) Criança (1) Crianças Desaparecidas (1) CRIANÇAS NA INTERNET (1) Dedo (1) Deus (1) Dia Internacional do Voluntário - 05 Dezembro (1) DIA MUNDIAL DA SIDA (1) Disque Denúncia (1) Doar órgãos salva vidas (1) Doe para saber (1) Doe sua urina (1) Dormir de Barriga para cima é mais seguro (1) e você? (1) EUVI - © OFICIAL (1) Fechem o acordo (1) Feliz Ano Novo (1) Feliz Natal (1) FELIZ PÁSCOA 2010 (1) Fome (1) Força (1) Gazeta dos Blogueiros (1) Gentileza (1) Gera (1) gesto de amor (1) Gota (1) Haiti e o Mundo (1) Homem Animal (1) Incenriva Estudos (1) Joaquim (2) Ler (1) Levante-se e Faça a Sua Parte (1) Médico (1) Mulher (1) Mulher Consciente - Outubro Rosa (1) Mulheres com HIV são tema de documentário brasileiro (1) Nós Somos o Mundo (1) O AMOR É CONTAGIOSO (2) O Amor é Contagioso (Resenha) (1) O Amor é um Dom Supremo (1) o menino (2) O Mestre e o Escorpião (1) O Mundo que Sonhei (1) O Planeta é Voluntário (1) O que é a Dengue (1) O tesouro da vida (1) O Valor de um Sorriso (1) Oceano (1) Olimpiadas Solidária (1) Operação Sorriso (1) Outubro Rosa (1) Parabéns Mulher pelo seu Dia (1) paz (1) Precisamos de você para reconstruir o Haiti (1) Prêmio Exemplo Voluntário (1) Prosa (1) Repórter fala sobre a realidade Haitiana (1) Salvar Vidas (1) SEMANA BRASIL VOLUNTÁRIO 2009 (1) Sobre o laço cor de rosa leia esta história interessante (1) Solidariedade (3) Solidariedade - LUTO (1) sonho (2) TERAPIA DO SORRISO (1) Trabalho (1) Tragédia no Rio de Janeiro – Como ajudar (1) UM DEFEITO NA MULHER (1) Uma gota a mais de Saúde (1) Unidos (1) Violência (1) Violência Contra Mullher (1) Você pode ajudar o Haiti (1) Voluntariado: uma oportunidade de crescimento pessoal e profissional (1)

LUTO - Tragédia no Haiti

Pacto pela Cidadania